Restaurante Micaela lança buffet

Petisco de Marisco Lambe-lambe – Restaurante Micaela

Petisco de Marisco Lambe-lambe

Há quatro anos dedicado ao conhecimento e divulgação da gastronomia brasileira, o chef Fábio Vieira, do Restaurante Micaela, lança seu novo projeto: o Buffet Micaela. O projeto é uma vontade antiga e ganhou corpo com a solicitação dos clientes e amigos que frequentam o restaurante. A ideia é manter no novo serviço o mesmo conceito de receitas e ingredientes de excelência que fazem sucesso no restaurante.

Criado para atender o segmento corporativo, alguns projetos de internacionalização de estrangeiros e também o público particular dos frequentadores do restaurante, o Buffet estreia agora em Dezembro com as tradicionais festas corporativas e familiares de final de ano.

Mais informações nesta página. Para orçamento entre em contato com: [email protected] ou (11) 94188-6106 (falar com Andrea Paiva).

Sobre o Micaela

Instalado na esquina da Alameda Joaquim Eugênio de Lima com a Rua José Maria Lisboa, o restaurante Micaela traz pratos típicos da gastronomia brasileira feitos com elementos espanhóis. Criado pelo chef Fábio Viera, o cardápio usa as cultuadas técnicas da cozinha catalã com vegetais e carnes só encontrados no Brasil. O ambiente é acolhedor e despojado com paredes de tijolo e esquadrias de alumínio aparente. O projeto aproveitou muito do imóvel original – uma casa que foi construída na década de 40. Conta com elevador para acessibilidade.

Sobre Fábio Vieira

Fábio Vieira estudou Rádio e TV e Cinema, antes de começar a frequentar despretensiosamente Gastronomia na Universidade Metodista de Piracicaba. Aos 30 anos, porém, ele descobriu sua profissão – a de chef. Foi tudo muito rápido: diploma, mudança para São Paulo, passagem pelos restaurantes Tordesilhas (da chef Mara Salles), Restaurante Hofmann de Barcelona (uma estrela Michelin) e Casa de Maria Madalena, assim como a gerência de alimentos e bebidas num hotel fazenda para crianças.

O próximo passo foi sua própria casa, o Micaela – uma homenagem à bisavó espanhola. Ali, há pouco mais de dois anos o cozinheiro usa ingredientes brasileiros de forma intuitiva e original. “Cozinhar é ter intimidade com o alimento”, define Fábio. Assim, surgiram pratos como o risoto de tucupi com costelinha de tambaqui (feito com arroz bomba, o mesmo da paella) ou a galinhada (que embute preparos como a escalivada, para grelhar de defumar os pimentões).

Essa cozinha de autor escorada em pesquisa de produtos e sem frescura rendeu a Fábio Vieira o prêmio de chef revelação em poucos meses de casa e é o que mantém a boa toada de críticas a seu trabalho.